Opções

Ache fácil

MOÇÃO APLB-SINDICATO: REPÚDIO AO GOVERNO DE SÃO PAULO E SOLIDARIEDADE AOS TRABALHADORES (AS) DA EDUCAÇÃO

Moção APLB-SINDICATO: Repúdio ao Governo de SP e solidariedade aos trabalhadores da Educação

A APLB-SINDICATO vem a público repudiar a atitude do governo de São Paulo em ignorar a greve de professores (as) e promover o retorno das aulas presenciais no estado sem a imunização dos profissionais da Educação. Nesta segunda-feira (8), dia em que educadores (as) de SP iniciaram a uma greve pedindo prioridade na vacinação contra a Covid-19, o que não foi aceito pelo governo, João Doria determinou a abertura de 5 mil escolas na capital.

Diante de tal fato, a APLB-SINDICATO, entidade que atua em defesa da Educação e também da vida, manifesta total apoio e solidariedade a categoria da área de ensino, representada pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

Nossos educadores sempre estiveram na luta por uma Educação de qualidade e inclusiva. Agora, diante da insistência do mercado e de um projeto político neoliberal em reabrir as unidades escolares em meio ao número absurdo de mortes causadas pelo coronavírus, estamos intensamente mobilizados pela defesa da vida.

Coerentes com o discurso de promover a continuação do processo de aprendizagem, sabemos, no entanto, que o mais importante neste momento é evitar o genocídio que uma exposição  ao vírus no ambiente escolar pode causar. Lutamos por um retorno presencial seguro, com protocolos de segurança que contemplem a realidade das escolas públicas brasileiras, a maioria se encontra em estado precário, aliados à vacinação de todos os profissionais que atuam no espaço escolar.

 

Vidas Importam!

Direção da APLB-Sindicato

Top