Opções

Ache fácil

TEIXEIRA DE FREITAS: APLB DERRUBA LIMINAR DA PREFEITURA E ATESTA LEGALIDADE DA GREVE REALIZADA PELOS EDUCADORES EM 2019

O núcleo da APLB-Sindicato em Teixeira de Freitas, BA, garantiu na Justiça a legalidade da greve realizada pelos trabalhadores em Educação no município em 2019, durante o mandato do então prefeito  Temoteo Brito. A decisão judicial foi emitida pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Na época, a direção da APLB tentava dialogar com o prefeito para que as reivindicações (entre elas, a reposição do piso nacional salarial dos profissionais da rede pública municipal de Educação em 7,8%) da categoria fossem atendidas.  Sem conseguir avançar nas negociações, os docentes iniciaram uma greve em 28/05/2019, mas o gestor da época entrou com liminar no TJ-BA questionando a legalidade do movimento.

“É mais uma lição que os prefeitos e secretários precisam aprender. Eles passam e os trabalhadores e trabalhadoras em educação ficam. Nós que fiscalizamos a merenda. Somos nós que temos compromisso com o filho ou filha do trabalhador, quando dedicamos nossa vida a ensiná-los. Tem gestor e secretários que sequer visitam as escolas públicas e nem sabem os reais problemas das escolas. A APLB-Sindicato nunca abriu mão dos direitos da categoria e jamais vai abrir. A justiça mais uma vez foi feita para aqueles que se encontram no chão da escola”, declarou a professora Brasília, dirigente da APLB em Teixeira de Freitas.

Top