Opções

Ache fácil

Projeto que retira direitos dos trabalhadores em Educação é aprovado e APLB-Sindicato vai reagir. Professor Rui explica, veja o vídeo

Apesar da grande pressão da diretoria da APLB-Sindicato foi aprovado na manhã desta segunda-feira (17) o Projeto de Lei 22985/2018 que altera a gratificação de estímulo ao aperfeiçoamento profissional.

O coordenador-geral da entidade Rui Oliveira lamenta o posicionamento do Governo do Estado e de alguns deputados que votaram a favor do projeto. “Nós tentamos conversar com os deputados e pressionamos para que o projeto fosse retirado da pauta ou discutido conosco antes, mas não compactuamos com nenhuma emenda ao projeto. Não houve nenhum tipo de acordo com a APLB-Sindicato. Nós não conseguimos acompanhar a votação. Fomos impedidos pela polícia de entrar! Devemos convocar a categoria para uma assembleia geral no início de fevereiro e é possível que o ano letivo inicie sem aulas. Somos educadores e exigimos respeito “, afirma Rui Oliveira.

Noticias anteriores:

ATENÇÃO: DIRIGENTES DA APLB BARRADOS, NÃO ACOMPANHAM A VOTAÇÃO DO PL 22985/2018, NESTA SEGUNDA-FEIRA , 17. A APLB CONVOCA A CATEGORIA PARA SE DIRIGIR À AL-BA E REALIZAR O ATO PÚBLICO QUE SERIA AMANHÃ

NA IMPRENSA:

https://www.bahianoticias.com.br/noticia/230266-aplb-se-diz-surpresa-com-votacao-na-al-ba-e-ameaca-greve-geral-apos-aprovacao-de-projeto.html

https://www.bocaonews.com.br/noticias/principal/bahia/223645,aplb-se-diz-surpreendida-com-adiantamento-da-votacao-de-projeto-que-reduz-beneficios-de-professores.html

 

A APLB-Sindicato foi surpreendida com a informação na manhã desta segunda-feira, 17 de dezembro, que o governo estadual mandou e a Assembleia Legislativa da Bahia acatou votar o Projeto de Lei 22985/2018, que altera a gratificação de estímulo ao aperfeiçoamento profissional.

A AL-BA nunca vota projetos do Executivo na segunda-feira. A votação seria amanhã. Vale lembrar que hoje, à tarde, ocorrerá a diplomação de eleitos e suplentes da eleição outubro no Teatro Castro Alves. Ou seja, imprensa e políticos estarão no TCA à tarde.

Por isso, a APLB está convocando toda a categoria e convidando a imprensa a se deslocar para o Centro Administrativa da Bahia (CAB) e se dirigir à Assembleia Legislativa para protestar contra tamanha traição.

Diretoria da APLB-Sindicato

Barrados na entrada no plenário, os dirigentes da APLB-Sindicato permanecem longe do local onde sendo realizada a teatral votação (agora, 12h19):

        

 

Notícias anteriores

O Governo Rui Costa, depois de enviar aos deputados proposta que reajustou a contribuição da Previdência para 14%, faz nova ofensiva contra os trabalhadores em Educação, mexendo no Estímulo ao Aperfeiçoamento Profissional e reduzindo ainda mais os benefícios conquistados pela categoria. Não aceitaremos mais esta malvadeza!

 

 

Top