Opções

Ache fácil

CATEGORIA COMEMORA VITÓRIA, MAS A LUTA CONTINUA!

Na manhã de terça-feira, (03/08), aconteceu a reunião geral dos trabalhadores em educação do município de Salvador que teve como pauta a devolutiva da negociação que tratou da retomada das aulas presenciais, ocorrida entre a direção da APLB-Sindicato, o prefeito Bruno Reis e o secretário da educação Marcelo Oliveira. 

Depois de muita luta e resistência da categoria contra a imposição do executivo municipal em retomar as aulas presenciais sem a imunização completa dos trabalhadores em educação, o executivo municipal finalmente acatou a posição apresentada pela APLB-SINDICATO de retomada das aulas presenciais para o dia 23/08.

O executivo municipal também acolheu a proposta de preceder às aulas presenciais um período de acolhimento social e pedagógico, entre os dias 09 e 20/08, com as equipes gestora e pedagógica e o corpo docente, momento importante para a escuta e o diálogo como condição imprescindível para que respondam às necessidades das/os professoras/es e das/os alunas/os.

A reunião geral com os trabalhadores em educação foi bastante positiva pela certeza da categoria de que a luta foi vitoriosa, pois prevaleceu a unidade e a resistência na defesa da vida e o reconhecimento da força e da representatividade da APLB-SINDICATO no enfrentamento aos governos, na opinião pública, na mídia.

Na audiência foi agendada uma reunião com a direção da APLB e o secretário da educação para esta quarta feira (04/08), às 14h, a fim de  tratar dos detalhes da retomada das aulas presenciais, como também, itens da pauta que continuam pendentes, a saber:

  • Alteração do calendário letivo Continuum 2020/2021
  • Readequação do SMA
  • Trabalhadores em educação com comorbidades
  • Aqueles que ainda não tomaram a segunda dose da vacina só devem voltar quando completar a imunização;
  • Liberação dos aposentandos para aguardar em casa a publicação da aposentadoria;
  • Quem se recusa a tomar a vacina: cumprir porque prevalece a supremacia do direito coletivo sobre o direito individual
  • Alteração da jornada de trabalho (ampliação e redução);
  • Remoções;
  • Reimplantação dos auxílios transporte, alimentação e da gratificação periferia;

A LUTA AGORA ENTRA EM OUTRA FASE! É o momento de ALERTA GERAL, pois o retorno às atividades presenciais não significa que tudo voltará ao normal porque vírus continuará circulando entre nós por muito tempo. Muito ainda temos a fazer, a lutar , a nos cuidar e cuidar dos nossos!

ESSA FASE DE ALERTA requer de todas e todos, no período do acolhimento nas unidades escolares,  o cumprimento do que se segue:

  1. Checklist de verificação do cumprimento do Plano de Retomada das Atividades, documento oficial da SMED que trata dos protocolos de biossegurança nas escolas, além de tirar fotos e encaminhar pelo e-mail aplb.municipal@gmail.com.  A APLB irá disponibilizar o checklist pelo Google form;
  2. Verificar a disponibilidade de Equipamento de Proteção Individual (EPI) aos trabalhadores em educação, alunos e famílias;
  3. Readequação do Projeto Pedagógico da Escola
  4. Envolver o Conselho Escolar nessa verificação do Cumprimento do Plano de Retomada das Atividades presenciais;
  5. Verificar o quantitativo de pessoal de apoio para o cumprimento dos protocolos de biossegurança.
  6. Qualquer suspeita de pessoas que apresentem sintomas de Covid-19, deve ser comunicado imediatamente para as providencias cabíveis;

Companheiras/os, a nossa luta não tem pauta única! Ela se traduz no enfrentamento aos governos locais, estado e município e ao governo genocida, negacionista e da ultradireita de Bolsonaro!

JUNTAS/OS SOMOS SEMPRE MAIS FORTES!

VIVA A APLB!

VIVA AS/OS TRABALHADORES (AS) EM EDUCAÇÃO!

FORA BOLSONARO!  

 

Top