Opções

Ache fácil

Marcos Barreto: O DIA DO TRABALHADOR E O DESABAMENTO DO PRÉDIO EM SP

O Dia Internacional do Trabalhador em 2018 foi marcado por uma tragédia que parece não se tratar de uma fatalidade…

Verifiquemos como a história se repete.

Nos Estados Unidos, em 1984, os sindicatos lutaram para  limitar a jornada de trabalho a 8h por dia. E eles decidiram iniciar a campanha em 1º de maio, porque muitas empresas marcavam o inicio do ano contábil nesse dia, e também porque, normalmente, encerravam o contrato de trabalho também nesses dia fazendo que com que o trabalhador tivesse que procurar outro emprego.

A adesão foi a greve Geral do dia 1º de maio de 1984 foi ampla! No dia três de maio, ocorreu um confronto entre policiais e trabalhadores resultando em três trabalhadores mortos a tiros de rifles. No dia seguinte ocorre outro confronto com aproximadamente 200 trabalhadores e mesmo número de policiais, então, uma bomba explodiu matando um policial e sete outros morreram no confronto.

Mesmo sem provas, cinco sindicalistas foram condenados a morte: um suicidou-se na prisão e os 4 restantes foram enforcados em 11 de novembro de 1887, surgindo a expressão Black Friday. E, na sequência, mais três condenados a prisão perpetua. Contudo, esses trabalhadores foram inocentados por falta de provas, e o governo de Illinois confirmou que tudo foi organizado pelo chefe da policia para justificar a repressão.

No Brasil, estamos vivendo uma situação, no mínimo suspeita!

O maior sindicalista do país preso e condenado sem provas.

A PGR acusando todos os políticos da esquerda politica com base em delações suspeitas, realizadas por empresários ligados aos políticos que foram flagrados com malas de dinheiro, vídeos, gravações, documentos bancários e até fatura de cartões de crédito. Porém, estes indiciados tem seus processos arquivados por prescrição, enquanto Lula teve seu processo assoberbadamente acelerado. Ademais, tem sido tratado de modo segregado nas dependências onde se encontra encarcerado, proibido de receber visitas e até de seus médicos!

O incêndio no prédio que desabou em São Paulo, no dia 1º de maio, tem o valor simbólico. Impressionantemente, a maior rede de TV do pais estava, aparentemente, de plantão aguardando o incêndio começar!

O desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida, ocupado por trabalhadores sem teto no Dia Internacional do Trabalhador, nos traz o simbolismo neoliberal do desmonte do estado democrático de direito, e a perseguição e morte aos trabalhadores, tudo isso balizado pela história passada e atual, pela prisão de Lula (PT), pelo assassinato de Marielle Franco (PSOL), pela morte dos 5 jovens (PC do B) em Maricá-RJ, e pela morte de Márcio Oliveira Matos, liderança do MST, na frente do filho de seis anos.

Se não você não entendeu ainda, se informe! Não espere a perseguição bater a sua porta.

Trabalhadores do mundo, uni-vos! (Marx e Engel)

Proletarier aller Länder, vereinigt euch! (Marx e Engel)

Marcos Marcelo F. Barreto
Pedagogo e especialista em Psicomotricidade.
Professor da Secretaria Municipal de Educação de Salvador- SMED.
Diretor de Formação Sindical – APLB-Sindicato.

Top