Opções

Ache fácil

EM REUNIÃO COM A SEC, APLB GARANTE RESTITUIÇÃO DE DESCONTOS NOS SALÁRIOS DOS PROFESSORES; VALORES SERÃO DEVOLVIDOS ESTE MÊS

A direção executiva da APLB-Sindicato se reuniu nesta sexta-feira (3) com representantes da Secretaria Estadual de Educação para discutir reivindicações relacionadas ao retorno às aulas presenciais. A APLB cobrou do governo a devolução dos valores descontados nos salários dos professores e uma solução para a situação dos trabalhadores com comorbidades que precisaram voltar à sala de aula. A entidade solicitou também uma definição da secretaria sobre as atividades complementares e os sábados letivos.

“Depois de muita discussão, conseguimos garantir que o dinheiro confiscado dos trabalhadores – por meio dos descontos realizados pelo governo no pagamento daqueles que não aderiram ao retorno presencial anunciado pela SEC – seja devolvido na folha deste mês. Solicitamos, com ênfase, que os profissionais com comorbidades devem permanecer em atividade remota. Sobre as ACs, não tem sentido fazer de forma presencial – é um contrassenso para quem defende a vida e quer evitar aglomerações. Sendo assim, pedimos ACs online. Em relação aos sábados letivos, defendemos, por uma questão de princípio, que sejam de modo assíncrono e que cada unidade escolar reúna os professores e decida que tipo de atividade fazer. Dessa forma, não haverá aumento de carga horária na jornada do professor ou do coordenador pedagógico. Estes foram os posicionamentos da APLB”, informou Rui Oliveira, coordenador-geral do sindicato.

 

Por sua vez, o governo garantiu a devolução dos valores no contracheque e marcou nova reunião com a APLB para decidir sobre as demais questões. O próximo encontro será na quarta-feira (8), às 10h.

 

“Quarta, após esta agenda, vamos nos reunir com a direção estadual, às 14h e com a categoria, às 17h, para informar o resultado e discutir os rumos do movimento”, concluiu Rui.

Top