Opções

Ache fácil

CNTE intensifica mobilização pelo PSPN

Como parte da mobilização da CUT, no dia 15 de agosto, a CNTE realizou na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados (plenário 10), um corpo a corpo com os parlamentares da Comissão, responsáveis pela votação do Substitutivo do relator Severiano Alves ao Projeto de Lei (PL) 619/07.

O objetivo foi marcar posição sobre a proposta de Piso da CNTE e assim garantir avanços no projeto enviado pelo Executivo. A CNTE não concorda com o PL 619/07, pois:

A) incorpora todo tipo de penduricalho ao vencimento, destruindo o conceito de vencimento (salário com incidência na aposentadoria);

B) não prevê formação mínima, o que desestimula o aperfeiçoamento do professor;

C) desconsidera a hora-atividade, momento em que o professor realiza os trabalhos extra sala de aula;

D) estabelece jornada acima da que hoje é praticada na maioria dos entes federados;

E) mantém o mesmo patamar salarial praticado no país, e em alguns casos até o rebaixa;

F) desconsidera a integralidade e a paridade com os trabalhadores aposentados, entre outras questões.

Top