Opções

Ache fácil

APLB reúne educadores da rede municipal de Salvador em primeiro webinário da entidade

 

 

 

A APLB-SINDICATO realizou nesta quinta-feira (27) o webinário “APLB em Diálogo Permanente com os (as) Trabalhadores (as) da Educação Pública Municipal de Salvador”. O evento virtual foi transmitido pelas páginas da APLB no Facebook e discutiu a atual conjuntura educacional do município, bem como as atividades desenvolvidas pela APLB neste período de aulas suspensas.

Rui Oliveira, coordenador geral da APLB, abriu a atividade fazendo uma análise da atual conjuntura. Na ocasião ele também destacou o trabalho da entidade neste contexto de pandemia.

“A APLB está de parabéns, estamos trabalhando ativamente, realizando debates, em constante sintonia e comunicação com a categoria e a comunidade escolar. É um prazer dirigir este sindicato que protagoniza a luta em defesa da vida, da Educação, dos direitos”, pontuou.

Arielma Galvão, diretora da entidade e mediadora do evento, avaliou o webinário como “um importante momento de escuta, de troca, de fortalecimento do diálogo com a categoria. O encontro foi muito positivo, a participação dos nossos educadores foi fundamental. Tratamos de vários pontos da pauta, mas o principal deles foi o princípio da APLB neste cenário de pandemia – a defesa da vida. Todos os encaminhamentos e trabalhos desenvolvidos pela nossa entidade têm esses princípios como base: preservação da vida, Educação de qualidade e proteção dos direitos da classe trabalhadora”.

Elza Melo, diretora administrativa do sindicato, disse que a entidade fará mais eventos como este para estar em constante comunicação com os seus filiados na busca de estratégias para diminuir os impactos dessa conjuntura adversa na área da Educação.

“Em nome dos companheiros que já se foram, a exemplo da professora Clarice Pereira, temos que nos manter firmes, seguir na luta em defesa da vida e de um país melhor. Vamos dar continuidade a essas atividades, junto à categoria. O momento é difícil, mas obtivemos vitórias, entre elas, a aprovação do FUNDEB, fruto da luta das nossas entidades, que vai atender, inclusive, os professores aposentados. Agora, com a aprovação da proposta, teremos estabelecido o piso salarial, a institucionalização do CAQ (Custo Aluno-Qualidade), foi um grande passo, mas a luta continuará”, destacou Elza.

O diretor de Imprensa da APLB, Marcos Barreto, destacou a importância das eleições no atual contexto. “Se não falarmos de eleições, a reunião perde o sentido, não dá para fugir do debate político, discutir Educação e serviço público sem falar da agenda política, da importância de elegermos representantes, de fato, comprometidos com a nossa bandeira de luta”.

Top