Opções

Ache fácil

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO RESPONDE OFÍCIO DA APLB SOBRE RATEIO DE RECURSOS DO FUNDEB

No início de dezembro do ano passado, em 07 de dezembro de 2020, a APLB-Sindicato enviou ofício à SEC cobrando o relatório de gastos e o rateio das sobras do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para os profissionais do magistério. Na última quinta-feira (07/01), em ofício assinado pelo chefe de gabinete da SEC, nos foi enviado o relatório com as despesas e saldo restante não sendo possível o rateio das sobras para os profissionais do magistério. Veja abaixo o relatório:

IMAGE (1)

 

NOTÍCIAS ANTERIORES

APLB COBRA RATEIO DAS SOBRAS DO FUNDEB NO ESTADO E MUNICÍPIOS DA BAHIA

A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação na última segunda-feira (07/12), enviou Ofício de nº 123/2020 para o governador da Bahia e ao prefeito de Salvador, solicitando dos respectivos executivos o relatório de gastos e o rateio das sobras do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para os profissionais do magistério.

A direção da APLB argumenta que essa solicitação se deve ao fato do Brasil vir enfrentando um cenário de pandemia causado pelo coronavírus COVID-19, o que impôs a suspensão de aulas desde o mês de março de 2020. Com as escolas fechadas é fato que os recursos do FUNDEB não foram completamente utilizados.

Portanto, a APLB requer que os recursos que não foram aplicados na forma da legislação, sejam rateados entre os profissionais do magistério.

RESPOSTA DO GOVERNADOR

Na última quarta-feira (09/12), o governador enviou o ofício de nº 00025279484/2020 em resposta à APLB, no qual informa que já encaminhou o referido ofício/pedido para análise junto à Secretaria de Educação estadual.

A APLB orientou também a todas às Delegacias e Núcleos que cobrem das prefeituras do interior e capital o referido pleito.

“Essa resposta do governador é um incentivo para que todas as Delegacias e Núcleos façam o mesmo e cobrem dos executivos municipais o rateio”, pontuou Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB-Sindicato.

Confira abaixo os ofícios.

Oficio_00025279484
GOVERNADOR - OFÍCIO - RATEIO DO FUNDEB

 

Top